Nova estação

20140515-215554.jpg

Quando paro pra pensar me pergunto se tudo que eu escrevo não é melancólico, nostálgico e saudoso demais e sempre acabo chegando a conclusão de que é sim! Devo ser um tanto quanto chata, repetitiva e quem sabe até melosa demais…

Fui rever os meus motivos para me repetir tanto na explanação dos mesmos sentimentos e descobri…

…Eu me sinto extremamente feliz por sentir saudade e não é algo que me faça mal, ao contrário, me faz muito bem! Eu seria incapaz de sofrer por sentir saudade e seria incapaz de sentir saudade de algo que tenha sido ruim e sem proveito. Sentir saudade é bom, só o que é bom ou deixa uma boa lição é capaz de marcar a vida o suficiente pra merecer ser revivido em memórias, pelo menos nas minhas…

Guardo com orgulho as boas histórias que vivi, que me contaram, que li, que assisti e até das que eu sonho viver ainda.

Viver de saudade não! Relembrar com alegria sim!

Dia desses eu li uma frase de um escritor em que ele dizia que estava escrevendo pouco por estar feliz e gente feliz não escreve muito, se expressa mais por imagens pois elas dizem mais que palavras…
Pode ser que sim… Talvez eu também esteja escrevendo menos e postando mais fotos em uma rede social… Mas não vim aqui agora escrever por estar triste… Eu venho aqui escrever porque me deu saudade e a saudade me inspira.

A lembrança é passageira, assim como a vida… Mas a lembrança vai e vem como os passageiros de um trem pra qualquer destino… Mas a vida não… A vida é uma só… Ela não vai e vem… Ela só vai, o que vem são as coisas novas, as pessoas novas, como os passageiros que chegam pra conhecer a nova estação…

As lembranças são as viagens… Que acontecem, mas que não duram para sempre, pois haverá sempre novas estações a serem visitadas nessa vida…

Então eu fui…
Fui lá conhecer…

Até a próxima estação da saudade… Te vejo por lá!

Anúncios