24h por dia, 7 dias por semana!


Uma semana acordando antes das 6h!

Desde a época da faculdade, onde eu trabalhava, estudava e percorria 50km todo dia, que eu não acordava tão cedo.

Sempre pensava naquela época da minha vida como um tempo que ficou pra trás e eu não tenho a menor ideia de como conseguia sobreviver.

Mas a verdade é que as fases passam, mudam. Depois da faculdade veio a gravidez, a chegada do meu bebê, os quatro meses de cólica, amamentação, alimentação, primeiros passos, palavras, desfralde.

Hoje meus desafios andam de mãos dadas com os da minha filha e tenho vivido com ela a adaptação na nova rotina desse ano. Primeira mudança de escola e agora de turno.

Nosso dia tem sido acordar todas as manhãs “beijinho e hora do banho”, preparo o café, separo uniforme, confiro o casaco na mochila, penteia o cabelo, lembra de escovar os dentes e desce pra esperar a van batendo papo no banquinho.

Ela: segue para a escola nova, espaços novos, pensando se vai fazer amigos, se acostuma com a rotina da van (a melhor parte na opinião dela), as dificuldades com o processo de ensino, os problemas na alfabetização que resultaram na mudança de colégio, a rigidez da escola nova com as regras, as novas atividades que agora se encaixam na rotina semanal.

Eu: Saio de casa sonolenta, tentando conciliar nas horas que tenho, a terapia, o esporte, encontrar amigos, ler o livro em cada espaço que der no metrô, escrever conteúdo, saber da família, trabalho e + trabalho, os livros da escola que ainda não chegaram, o aniversário dela mês que vem, a viagem na semana seguinte, pedidos a responder, ajustes de campanhas, acompanhar umas métricas, ler umas notícias, fazer pesquisa, escutar uma música boa e ainda tem mil coisas me esperando pensar sobre elas.

Nós: No fim da tarde receber ela de volta nos meus braços, encontrar uma expressão de felicidade naquele rostinho. Entrar em casa exaustas, tentar saber de tudo que aconteceu, pelo que ela fala e pelo material todo revisado. Dar o jantar, tentar organizar alguma coisa na casa, coloca a roupa suja na máquina, joga o lixo pra fora, coloca a roupa pra secar, toma banho, dentes, coloca ela na cama, massagem no pézinho (ela curte muito), responde um monte de mensagem, faz a meditação do dia que chega por WhatsApp,

PQP JÁ É TARDE PRA CARAL*@ e amanhã tudo cedo de novo!

Sai dessa internet e vá dormir!

Aí vou eu, exausta… enquanto lá na cabeça ainda penso que sinto falta de levá-la e buscá-la na saída do colégio, mas que ela está crescendo, vai ficar cada dia menos dependente. Sinto orgulho, sinto dor. Sinto sono.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s