Existo ou vivo?


posto-logovitamin-sea
Depois de ler na rede a notícia chocante de um suicídio transmitido ao vivo e observar, me peguei pensando se hoje em dias nós ainda vivemos experiências íntimas, aquelas que guardamos pra nós, com alegria ou com tristeza, mas que pertencem a nós e que não necessariamente temos a obrigação ou impulso de tornar públicas.

Não que eu ache que as experiências não devam ser compartilhadas, sem dúvidas elas devem, por isso eu tenho um blog, por isso eu escrevo, por isso vemos TV, por isso acompanhamos os vlogs e etc, mas até que ponto esse nível de exposição digital é saudável e real e por que também não temos nos abraçado mais?

Por que não temos nos sentado em algum banco no final da tarde para contar aos nossos amigos como anda a vida, como foi o dia, mas dizer como foi de verdade e não como queremos que alguém pense que tenha sido. Quando foi a última vez que você foi a praia, deu um mergulho, observou o mar e não levou o telefone?

Quando foi a última vez que você conversou com um estranho sentado ao lado? Quando foi a última vez que você fez silêncio? Quem foi a última pessoa que não se importou em ouvir o que você tinha pra dizer com o olhos? Será que a nossas relações humanas têm sido, de fato, humanas?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s