Você nos meus olhos


FullSizeRender

 

Não tenho nenhuma foto sua. Eu tive medo algumas vezes de esquecer o seu rosto.
Eu queria descobrir sempre uma maneira nova de te ver, e eu vi.

Aprendi a te encontrar sempre que fecho os olhos. Sem nenhuma foto, criei seu retrato mental. Sei o tamanho das suas mãos, o formato do seu nariz, o desenho da sua boca. Conheço cada manchinha na sua bochecha e das costas. Lembro do seu cheiro, sempre lembro do seu cheiro.

Eu olho nos seus olhos, que olham nos meus, e que se fecham também, quando percebem que não há mais necessidade em olhar assim. Eu te vejo com a alma que há em mim e te enxergo com a alma que há em você. Não me esconda nenhum dos seus defeitos, porque eu os conheci em silêncio.

Eu não preciso que você me deixe observar mais, eu sei de você. Até sei que o que você pensa que eu não gostaria de saber. Eu não gosto, mas eu sei. E cada pedaço do que eu sei, é o que faz você ser o que é. Pra mim, pro mundo, pra vida.

Você vai estar onde tiver de estar, inclusive nas lembranças dos meus olhos fechados ou abertos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s