A correspondente 


O sol já vai nascer, e ela está lá, olhando para infinito do céu, como quem olha pra dentro de si e pensa: “somos dois enormes mundos”. E ele brilha diante dos seus cabelos bem negros. E os olhos se fecham na proporção que se abre o sorriso.

Ela ainda sabe brincar.
Ela sabe sorrir.
E ela sabe jogar as cinzas do cigarro na planta que mora na janela.

Elas são testemunhas, dos dias e noites e de como ela dança e canta enquanto se olha no espelho.
De olhos fechados, sente o vento que balança os seus cabelos, sente os pés que tocam a grama.
Ela sente o calor que chegou com o verão.
Sente a luz que afastou os dias cinzas e frios.
Ela sente a música, sente mesmo.

Faz a lua virar sol novamente e abraça…
Os amigos, o gato, a vida, as oportunidades.
Formam um par perfeito, você e a poesia.
Os detalhes em preto e branco do seu dia a dia, colorem minhas pequenas incertas conclusões.

Que o pensamento leve
Que a energia eleve
Que a vida seja leve.

Que o caminho dela tenha flores
Que os sabores sejam doces
Que essa energia possa fluir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s