Peça única


Sou a originalidade mais comum a todos

O sorriso único que todo mundo tem 

A exclusividade das multidões 

A inovação de anteontem


Sou a obra prima mais plagiada nos mercados populares

A peça exclusiva do consumo coletivo

A raridade de cada esquina


Eu sou tão meramente eu que transformei autêntico um sinônimo de coisa qualquer.

A necessidade de ser tão eu, tão eu, tão eu… Que me transforma num invisível igual.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s