Caducando


Só me dê um tempo pra eu ver se o tempo passa em mim, ao passo que descubro onde levarão meus passos sem tempo.
Me dê um tempo para que eu pense pensamentos vagos que querem se preencher ao longo do tempo.
Então quero um tempo, um tempo que não passe como o tempo passado que não me deu futuro.
Corro atrás do tempo, que é tempo de viver sonhos mortos prematuros.
Queria só um tempo, pra concertar no tempo os erros que tempo nenhum é capaz de apagar.
Mas já que não há tempo, que possa eu construir em um novo tempo um lugar seguro.
Só sei que ainda há tempo, e hoje é dia de viver, e que o tempo não passe sem que eu seja nele um ser mais maduro.
Viva a vida em todo tempo.
Tenha tempo para fazer o que não deu tempo.
Seja tempo para ouvir o que for acalento.
Ganhe tempo pra distribuir ao longo do tempo.
Seja vida, seja viva e não se sujeite a tudo na vida.
Não seja sujeito o tempo, nem me sujeite eu ao tempo, mas seja eu o sujeito decisor do meu tempo.
ImagemFoto: http://www.flickr.com/photos/leylaguimaraes/6661115491/sizes/l/in/photostream/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s