Saudade de mim

ImagemAh, que saudade de casa! De casa mesmo, daquelas com porta pra rua e árvore no quintal. Saudade do clima do interior, do cheiro da chuva caindo na terra, de fruta no pé, de sentar na calçada, de cumprimentar o vizinho, ver crianças brincando na rua, tocar violão com os amigos, olhar as estrelas comendo pipoca…

Ah, que saudade da ingenuidade e das coisas simples! A cidade grande e sua vida vertical pode ser até legal e cheia de oportunidades, mas é difícil comer pão quentinho em casa quando você sobe vinte e tantos lances de elevador. É difícil curtir a vida quando você tem que passar boa parte do seu tempo no trânsito… É difícil passear na pracinha se sua preocupação a cada dia é crescer na vida mais e mais, sem perceber que a vida passa e ela está passando neste exato momento… 

Tenho um baú cheio de recortes da memória, lotado de saudade, carregado de nostalgia! Saudade da onomatopeia do interior, lembrança da paisagem da minha pequena janela, janela pela qual hoje só vejo os telhados… Saudade de quando eu não era só a menina ignorante do interior… Saudade da vida simples, das pessoas simples, das coisas simples, mas coisas que faziam sorrir, que me deixavam feliz…

Que tempo bom o dos abraços apertados e verdadeiros, dos bate papos à vontade sob a luz de um pôr do sol, das caminhadas sem destino pelas ruas e pelos parques, saudade dos meus amigos, da minha família, do meu povo e da minha gente. Saudade dos meus planos, de quem eu era e de quem eu achava que ia ser, saudade das expectativas, dos sonhos…

 

Imagem

 

Sou hoje o fruto das escolhas que eu fiz e das que eu não pude fazer, sou a espera e a esperança, sou uma nova busca e quem sabe um novo caminho, sou uma nova vida em um novo rumo, só ainda não sei que rumo é esse e onde ele vai me levar, mas tento seguir em frente com coragem e força para enfrentar, mas não consigo apagar do coração a saudade que tenho de mim!

Anúncios

Que nada!!!!!

Imagem

Estou pouco me lixando se dizem que vou te mimar ou te deixar mal acostumada… Eu não me importo de te deixar dormindo ao meu lado e me levantar toda vez que você dá o mínimo gemido… Não ligo de te colocar no colo te ninar até que você durma e também não acho ruim que você durma em cima da minha barriga, quentinha e aconchegada… Essa é a melhor sensação do mundo e eu estou aproveitando cada segundo e quer saber o motivo? Além de te amar demais, eu penso que você vai crescer, vai virar uma menina linda e vai ter asas e eu vou querer sim que você voe alto e que seja feliz, mas eu vou morrer de saudade.

Aproveito cada instante em que você ainda cabe nos meus braços, quando estou cansada e você chora, eu respiro, levanto-me, olho pra você e tudo passa, só de olhar no seu rostinho eu te amo mais e me sinto importante pois sei que eu sou importante pra você.

Não interessa se você chora muito, pode incomodar as outras pessoas, mas eu sei que tudo o que você precisa é do seu leitinho, de amor, de carinho, de atenção e é claro, de colinho. E ainda dizem que bebê dá trabalho… Que mentira!!! 

Agora eu já sei…

Agora eu já sei…

Queridos leitores, desculpem-me pela ausência, atualmente os meus dias tem sido dedicados integralmente à uma princesinha que muito precisa de mim, mas em breve voltarei a postar aqui meus textos que agora contam com essa nova musa inspiradora!