Não se tem tudo ao se ter tudo!



Lástimas aos que tentam encontrar a essência na matéria! O mundo físico e suas estruturas concretas, plásticas, montáveis, desmontáveis, nada mais que descartáveis… Não se tem tudo ao se ter tudo!
Carros, roupas, aparelhos, marcas, marcas e marcas. E marcas do vazio existencial, de um desencontro sensorial e mais marcas… Da ausência de coisas marcantes! Na intensão de preencher esse enorme espaço vago, mentes carentes adquirem tudo que o dinheiro pode lhes dar. Esnobam, exibem, tentam ter o que dizer, mas não convencem nem a si mesmos de que isto ou aquilo os faz feliz!
Felicidade de verdade não é vendida em cápsulas na conveniência da esquina. Felicidade também é processo de construção, uma mistura de estar bem e fazer bem. É sorrir e fazer sorrir, é sentir e transmitir. Nossos sentimentos são radiantes, possuímos energia que erradia, sendo ela boa ou ruim pode ser capaz de construir ou destruir!
O que temos de bom na vida, não são os bens que na vida podemos ter, essas aquisições nos proporcionam prazer, mas esse é um sentimento passageiro e pode ser descartável, assim como qualquer material.
O tesouro da minha vida são as pessoas e a relação que com ela construí. Poder abraçar um verdadeiro amigo, poder beijar a pessoa amada, conhecer pessoas com as quais você sempre poderá contar… Tudo isso é imensurável! Somos humanos e não nascemos para amar máquinas, apenas para dominá-las. A obrigatoriedade é algo chato! As máquinas nos obedecem e nada mais, não respondem e NÃO TE AMAM, a menos que para isso sejam programadas. Nós humanos precisamos conquistar! Conquista-se o respeito, o carinho, conquista-se o amor de outras pessoas!
Simpatia é um dom! Carisma, paciência, humildade e diálogo são fundamentais! Pobre aquele que não é capaz de se expressar, viverá em um mundo que apenas a ele pertence e que somente ele irá freqüentar. Um homem sem palavras é um homem só! Ser sem palavras não é apenas não falar, é não saber nunca como e quando dizê-las, daí a necessidade da sabedoria, o maior de todos os dons e aquele que é constantemente adquirido! Nunca vi alguém que soubesse tudo ou que soubesse o suficiente! Mesmo aquele que possui toda a sabedoria do mundo, ainda não sabe tudo, por que o mundo de dentro da gente é bem maior que o mundo de fora e isso torna todos os movimentos cíclicos.

Sei pouco, aprendo sempre, mas eu sinto muito e procuro deixar que as pessoas se aproximem de mim, elas são a maior fonte da sabedoria. Não ando só, não vivo só e só não sou ninguém! Estou certa? Quem pode dizer?

Leyla Guimarães 08/05/2011 22:18

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s